Translate

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014



Perguntas e respostas sobre neurofeedback Há inúmeras dúvidas e crenças equivocadas a respeito do funcionamento e da eficácia desta metodologia, tanto de pacientes quanto de profissionais da saúde

Qual o mecanismo fundamental por trás do Neurofeedback? Por que ele funciona?

Neurofeedback nada mais é do que o treinamento dos neurônios por sinalização sonora e visual.estamos falando simplesmente de Condicionamento Operante, estudado em qualquer laboratório de Psicologia Experimental.
se estabelece um “jogo” entre o cérebro e a atividade proposta ou desejada. E o que ocorre é que os neurônios rapidamente “entram no jogo”, buscando pontuar, cada vez mais, isto é, “acertar”. Desse modo, ao produzirem a atividade solicitada pelo treino, cada vez por mais tempo, vão se habituando a ela, até que, finalmente, a adotam como padrão de funcionamento, perpetuando-a dali em diante, sem mais necessitarem de treinamento algum.

por que o Neurofeedback funciona?

O treinamento por Neurofeedback se dá pela leitura, em tempo real, da atividade eletroencefalográfica, isto é, da atividade elétrica dos neurônios, no cérebro,obtidos a partir de um levantamento realizado nos Estados Unidos ao longo de vinte anos, de pessoas consideradas normais, isto é, indivíduos sem nenhum tipo de comprometimento funcional.
Desse modo, uma pessoa que apresente desregulações funcionais em sua atividade cerebral, desregulações estas que são as verdadeiras responsáveis pela sintomatologia trazida pelo paciente, isto é, sua queixa, como depressão, TOC ou ansiedade, por exemplo, se encontrará, no que tange à atividade neurológica de seu cérebro, distante destes valores de referência.
Nas próximas colunas vamos responder a, pelo menos, mais estas perguntas:
Os resultados são temporários ou, por outro lado, de fato permanecem após o final do tratamento?

O Neurofeedaback tem fundamentação científica?

Por que buscar o Neurofeedback e não um tratamento medicamentoso?

Fonte: Revista Psique

Nenhum comentário: