Translate

domingo, 1 de junho de 2014

OS PATROCINADORES DOS POLÍTICOS

Mediante a rejeição por parte do povo aos políticos,atualmente, e a mordomia com que as Leis tratam os criminosos e menores infratores nesse país, cheguei a conclusão de que, o financiamento das campanhas políticas nesse país, são provenientes dos chefes do tráfico, milícias entre outras facções criminosas.
Milícia, é a designação genérica das organizações militares ou paramilitares compostas por cidadãos comuns, armados ou com poder de polícia que teoricamente não integram as forças armadas de um país, podem ser organizações oficiais mantidas parcialmente com recursos do Estado e em parceria com organizações de carácter privado, muitas vezes de legalidade duvidosa.
Facção significa uma reunião das pessoas que se comportam ou pensam de uma maneira diferente daquelas que fazem parte do seu grupo e muitas vezes,causam perturbação à ordem pública etmologia,do latim: factio.onis.
Além da gramática, relevante nessa questão, a lógica do meu discurso, procede das incongruências nas estatísticas, que divulgam dados irreais sobre os candidatos, visto que nas ruas, os comentários divergem totalmente da opinião retratada na mídia, dando a impressão de que os dados estatísticos ao invés de interpretar numericamente os fenômenos sociais, estão competindo com as previsões astrológicas na tentativa de moldar a opinião pública.
Com as empresas pagando tantos impostos, não sobram recursos para o patrocínio das campanhas, as conversas que pairam nos estreitos espaços do metrô, demonstram uma insatisfação geral, as manifestações espalhadas pelo país, provam que todos estão vivendo no limite.
Então só me resta pensar que a resistência em mudar o código penal e a impunidade que assola o país , é reflexo do peso financeiro que as fontes ilegais têm, lutar contra isso é como enxugar gelo ou tentar varrer a areia da praia...

Nenhum comentário: