Translate

quinta-feira, 11 de abril de 2013

TRANTORNOS INFANTIS

Pouca Gente sabe,mas atualmente os cientistas descrevem com precisão alguns transtornos infantis como: TDAH (Transtorno de déficit de Atenção com Hiperatividade; Transtorno desafiador; Transtorno de Conduta;Dislexia; Discalculia;Depressão e Transtorno Bipolar.
A Pediatria moderna dispõe de um arcenal de aparelhos de neuroimagem,que permitem o mapeamento de alterações funcionais no cérebro e revelam uma maior atividade neural, ou até mesmo pequenas lesões, responsáveis por distúrbios sérios que até o momento eram tratados como falhas de caráter hereditária.
No intuito de auxiliar os pais, educadores, ou responsáveis a identificar e lidar com alguns comportamentos apresentados pelas crianças, vamos expor de forma resumida,os transtornos infantis que exigem um tratamento específico.        
_______________________________________________________________________

TDAH - A falta ou má absorção de Dopamina no córtex pré-frontal, diminuem a capacidade de concentração e a memória da criança.
Em casa: o paciente alterna momentos em que tenta conciliar várias tarefas,sem êxito,ao mesmo tempo em que pode parecer extremamente concentrado.
Na escola: são alunos inconstantes, com altos e baixos nas notas, ou extremamente criativos, podendo até ser classificados como superdotados.
O papel dos pais: é apresentar e exigir o cumprimento de regras, pois somada a indisciplina quadro de TDAH pode agrava-se.
_______________________________________________________________________

Transtorno Desafiador Opositivo-  A concentração de dopamina no cérebro, sofre mudanças anormais quando a criança é exposta a situações estressantes como a morte de um ente querido,a separação dos pais ou a chegada de um irmão, provocando quadros de agressividade.
Geralmente este transtorno afeta meninos entre 6 e 9 anos de idade.
Em casa: a criança irritada se atira no chão,dá socos,chutes e grita quando tentam controlá-la.
Na escola: pode gastar energia destacando-se nas disciplinas pelas quais tem afinidade e desafiando o professor nas outras atividades.
O papel dos Pais: é sempre mostrar firmeza nas atitudes, bem como não permitir que os filhos dominem qualquer situação.

______________________________________________________________________
Transtorno de Conduta - Em 75% dos casos é uma degeneração do transtorno desafiador opositivo.
Em casa: A agressividade que é episódica no transtorno desafiador, passa a ser constante, desencadeada por mudanças bruscas na rotina.
Nota-se um isolamento, tanto da família como dos amigos, e a mentira torna-se uma válvula de escape habitual.
Na escola: O aluno agride os colegas verbal e fisicamente sem um motivo aparente, pratica atos de vandalismo, pode consimir álcool e drogas e é sempre indiferente aos sentimentos alheios.
O papel dos pais: Precisam ser rígidos, impor sem concessões, limites e regras de conduta.
_____________________________________________________________________

Em suma, nem todo o comportamento deve ser visto como um  simples desvio de caráter, pois o mesmo pode indicar uma doença que exige acompanhamento médico e até medicamentoso.
Visto que nem todos tem acesso a tecnologia e impera o caos na saúde, algumas ocorrências podem estar atreladas a falta de um diagnóstico precoce e tratamento adequado.
Na próxima edição, vamos saber um pouco sobre: Dislexia, Discalculia, Depressão e Transtorno Bipolar.
Até a próxima!!!   

Nenhum comentário: