Translate

sexta-feira, 12 de abril de 2013

TRANSTORNOS INFANTIS

Em prosseguimento ao artigo anterior, vamos descrever a Dislexia, Discalculia, Depressão e Transtorno Bipolar, que devem ser diagnosticados e tratados de maneira correta.
Dislexia: É uma alteração física de áreas cerebrais responsáveis pela leitura e escrita que afeta 10% de crianças e adolescentes.A criança constrói frases gramaticalmente incorretas.Quando o dano é grave na área de Wernike as frases ficam sem sentido.Ex:" A fruta tinha sabor vermelho".
Em casa: As crianças confundem visualmente as letras "p" e "b", ou, "d" e "q" mesmo depois dos 7 anos de idade.
Na Escola: A dificuldade de interpretar textos dificulta a aprendizagem de matérias que exigem leitura.
O papel dos Pais: Exigir disciplina e providenciar o suporte pedagógico.
__________________________________________________________________________
 
Discalculia:  Lesões em regiões do cérebro ligadas a percepção espacial, a orientação e ao cálculo.Esse distúrbio atinge cerca de 6% da população mundial.
 
Em casa: Dificuldade de participar de jogos e brincadeiras que exigem capacidade de localização e orientação.
 
Na Escola: Os portadores tem desempenho ruim em disciplinas como matemática,física e química.
 
O Papel dos Pais: Devem oferecer apoio providenciar o suporte pedagógico.
 
 
__________________________________________________________________________
 
Depressão: Um estado de tristeza permanente, causado pela escassez de serotonina e noradrenalina no cérebro.
O distúrbio afeta cerca de 1% da criança em idade pré-escolar, e 2% em idade escolar, atingindo 6% dos adolescentes.
 
Em casa:  A criança torna-se apática ou em alguns casos, irritadiça e agressiva, chora com facilidade e desenvolve um sentimento de culpa contínuo.
 
Na Escola: A falta de ânimo permanente, dificulta o aprendizado de maneira generalizada .
 
O Papel dos Pais: Perceber a duração da tristeza provocada por qualquer abalo  emocional, caso seja prolongada, deve-se procurar auxílio médico.
 
______________________________________________________________________
 
Transtorno Bipolar: Esse distúrbio atinge cerca de 0,5% das crianças e adolescentes e é causado por um excesso de noradrenalina e dopamina no cérebro.Provoca na criança a oscilação entre euforia e tristeza profunda.
 
Em Casa: Perda de peso acentuada e repentina, aumento da agressividade e hipersexualidade, são alguns dos sintomas mais comuns.
 
Na Escola: Nos momentos de euforia,  ocorre um aumento da produtividade, enquanto na fase depressiva, acontece o desinteresse pelos estudos, resultado da exaustão física e psíquica da fase maníaca.
 
O papel dos Pais: é importante observar os sintomas críticos e relatar ao médico da maneira mais precisa possível, pois o transtorno Bipolar é muito complexo.

O mais importante, é que os pais estejam sempre presentes na educação dos filhos, pois somente a convivência, permite desenvolver a percepção necessária para notar qualquer mudança no comportamento.






























Nenhum comentário: