Translate

sábado, 1 de fevereiro de 2014

MODELO DE ENTREVISTA POR COMPETÊNCIAS


 A entrevista por competências é um instrumento contemporâneo utilizado nos processos de Recrutamento & Seleção para encontrar dados pessoais que não são fornecidos em registros ou fontes documentárias e que se espera que o próprio candidato tenha condições de prover. Trata-se de uma ferramenta para, através de uma conversa, tentar aprofundar a percepção e conhecer as atitudes, preferências e opiniões do candidato a partir da proposta de situações de conflito e/ou que envolvem a resolução de problemas.
Espera-se, com a entrevista por competências, distinguir no grupo de candidatos pré-selecionados na primeira etapa do processo seletivo, quais apresentam maiores condições para desempenhar as funções do cargo a contento, de acordo com o perfil definido pela área gestora.
Para que esse trabalho seja eficaz e alcance os seus objetivos sugerimos a leitura atenta do seu conteúdo e o desenvolvimento das práticas recomendadas.

Esteja preparado, mantenha a calma e seja você mesmo!

Boa sorte!
Cordialmente,
Michelly Rocha Affonso





A FERRAMENTA

Criada para que os candidatos sejam escolhidos nos processos seletivos de uma maneira segura e extremamente criteriosa, a partir da análise comportamental do profissional. Possibilita vislumbrar se ele tem as características psicológicas para assumir determinada função.
A ferramenta foi desenvolvida partindo-se do princípio que os comportamentos passados podem dar indícios dos comportamentos futuros. Então, adota-se esse tipo de entrevista para pesquisar os comportamentos e resultados anteriores, objetivando a previsão de comportamentos futuros que podem ou não colaborar para o sucesso profissional na organização. Lembrando que cada organização tem um valor e uma definição de “comportamento ideal”.

MAS... O QUE É COMPETÊNCIA?

Muito se fala em competências, mas poucos param para pensar no significado disso.
Competências são definidas como o conjunto de conhecimentos, habilidades e atitudes que tornam um profissional importante para sua organização e para toda e qualquer empresa, por meio de características que atendem às necessidades do mercado com um todo.
Existem as competências técnicas e as competências comportamentais. Vejamos:

COMPETÊNCIAS TÉCNICAS: estão relacionadas à INTELIGÊNCIA INTELECTUAL (QI), ou seja, a quantidade de conhecimento formal e acadêmico que o indivíduo conseguiu adquirir ao longo de sua trajetória de vida (domínio de idiomas, formação acadêmica, domínio de metodologias de trabalho, entre outras).

COMPETÊNCIAS COMPORTAMENTAIS: dizem respeito à INTELIGÊNCIA EMOCIONAL (QE), ou seja, o nível de equilíbrio e adequação de como o indivíduo interage com o meio que está inserido.

São exemplos de competências comportamentais habilidades como pró - atividade, flexibilidade, criatividade, organização, comunicação, foco em resultados, ousadia, planejamento, administração do tempo, entre outras. As COMPETÊNCIAS COMPORTAMENTAIS tem sido preocupação recente do mercado de trabalho, que há não muito tempo atrás observava apenas a habilidade técnica do profissional. Em virtude de uma mudança de quadro, onde trabalhadores considerados exímios tecnicamente estão sendo desligados das suas organizações em função da falta de COMPETÊNCIAS COMPORTAMENTAIS.
As COMPETÊNCIAS COMPORTAMENTAIS eram negligenciadas porque antigamente os cargos privilegiavam uma hierarquia rígida e as pessoas eram contratadas exclusivamente de acordo com a experiência profissional, formação acadêmica e cursos extracurriculares. Para atender a essa demanda as entrevistas de seleção eram diretivas, focando quase exclusivamente aspectos técnicos (experiência na função, formação, cursos, etc.); pouca importância era dada à investigação das competências comportamentais e dos aspectos referentes à qualidade de vida dos candidatos; a INTELIGÊNCIA INTELECTUAL (QI) era o foco das atenções e por isso os testes psicométricos eram bastante valorizados.
Porém, as várias mudanças ocorridas nas empresas nos últimos anos (globalização, aumento da competitividade, necessidade da utilização de técnicas avançadas de negociação), trouxeram com elas à necessidade do trabalho em equipe e consequentemente a valorização das COMPETÊNCIAS COMPORTAMENTAIS (QE).
 E foi para atender a demanda dos selecionadores e gestores, que surgiu o conceito de SELEÇÃO POR MÚLTIPLAS COMPETÊNCIAS e as técnicas para a realização de ENTREVISTA POR COMPETÊNCIA.





COMPETÊNCIAS AVERIGUADAS NESSE TIPO DE ENTREVISTA

Criatividade
Flexibilidade
Iniciativa
Negociação/Persuasão
Empreendedorismo
Solução de Conflito
Relacionamento Interpessoal
Ética
Foco em Resultados
Liderança
Visão
global
Trabalho em Equipe
Comunicação
Cooperação

Autoconfiança
Humildade
Saber ouvir
Estabelecimento de Metas
Fornecer/ Receber "feedback"
Motivação
Decisão
Solução de Problemas
Foco no Cliente

INDICADORES DE ATIVIDADES E COMPORTAMENTOS PROFISSIONAIS QUE SERÃO AVERIGUADOS NESSE TIPO DE ENTREVISTA:

Descrição do cargo atual;
Maiores desafios enfrentados;
Maiores erros cometidos;
Mudanças ocorridas e como as superou;
Projetos desenvolvidos em curto prazo;
Projetos desenvolvidos em equipe.

OBSERVAÇÕES E DICAS

Alguns entrevistadores adotam o sarcasmo durante esse tipo de entrevista ou amedrontam o candidato antes dela visando unicamente verificar a capacidade que o profissional de controlar suas emoções perante situações de dificuldade e stress (partem do princípio que o trabalho coloca o profissional nesse tipo de situação em muitos momentos).
 Existem selecionadores que procuram argumentar muito suas respostas ou, simplesmente, são lacônicos. A sua reação diante desse comportamento será constantemente avaliada.
Diante desse tipo de postura do seu interlocutor, procure não levar nada para o lado pessoal, responda tudo com calma e peça esclarecimento se achar necessário. 
Esse tipo de entrevista pode ser conduzido também por telefone. Caso isso aconteça com você, procure antecipar o diálogo e escreva em um papel as respostas para as perguntas que poderão ser feitas (veja roteiro abaixo). Mantenha as respostas por perto para não engasgar ou ficar muito tempo em silêncio enquanto procura pelas respostas.
As dicas para se sair bem são: demonstre segurança durante todo o processo; enfatize suas qualidades a todo momento; não se sinta intimidado mesmo que o selecionador tente fazer isso; jamais seja arrogante ou demonstre nervosismo.










PERGUNTAS USUAIS FEITAS NESSE TIPO DE ENTREVISTA

1.       Descreva-me uma situação em que você teve sucesso em motivar alguém a aceitar algo ao qual ela se opunha tenazmente.

2.       Vamos supor que você constatou que, em sua opinião, um colega de trabalho estava fazendo algo não ético. O que você faria para influenciá-lo a mudar sua atitude?

3.       Conte-me a respeito de quando você teve que fazer uma mudança impopular em sua equipe. Que passos você seguiu para que as reações negativas fossem minimizadas?

4.       Descreva uma situação em que você supervisionava um funcionário com desempenho medíocre. Que estratégias você usou para motivá-lo a ser mais eficiente?

5.       Conte-me a respeito de uma ocasião em que você se sacrificou pessoalmente para cumprir um objetivo relacionado ao trabalho?

6.       Em sua opinião, qual é o principal atributo de um bom Gestor de Recursos Humanos? Por quê?

7.       Conte-me a respeito da situação mais difícil que enfrentou como membro de uma equipe. Como essa situação foi resolvida? Qual seu papel na solução do problema?

8.       Descreva como você é visto pelos demais.

9.       De que modo você determina quais tarefas são delegadas para cada funcionário em particular?

10.     Descreva uma situação em que você tentou evitar o fracasso usando métodos alternativos.




11.     O que normalmente lhe traz maior satisfação no trabalho?

12.     O que você aprendeu sobre você nos últimos três anos?

13.     Algumas situações profissionais exigem que trabalhemos com pessoas de quem não gostamos. Conte-me a respeito de quando você superou uma divergência pessoal para atingir resultados.

14.     Suponha que um colega tenha-lhe dito algo importante e pedido segredo. Você julgou importante que seu chefe soubesse do teor dessa informação. O que você faria?

15.     Conte-me à respeito de uma ocasião em que você modificou seu estilo para poder enfrentar mais eficazmente uma situação difícil.

16.     Descreva-me a decisão mais importante que você tomou na sua vida. O que a fez tão significativa? Como você a tomou?

17.     Quais são seus objetivos pessoais e profissionais para os próximos 5 anos? Qual sua estratégia para alcançá-los?

18.     Quais são as razões que o motivam a sair de seu atual emprego?
  
19.     Quais são alguns aspectos que você desejaria evitar em empregos futuros? Por quê?

20.     Qual é sua atual remuneração e benefícios?


21.     Qual é sua pretensão salarial?

Nenhum comentário: