Translate

sábado, 10 de janeiro de 2015

Crer Ser

Todos devem estar a par da separação da dupla sertaneja Rick e Renner.
Parece até mais uma estratégia de marketing acerca das celebridades, porém o caso merece uma reflexão sobre uma questão preocupante, como lidar viciados.
É fato,a palavra Vício provêm do Latim "vitium", que significa "falha" ou "defeito" ,é um hábito repetitivo que degenera ou causa algum prejuízo ao viciado e aos que com ele convivem.
A Ciência associa o vício ao prazer (imediato) e dependência, dentro do ciclo prazer-depressão,para a psicologia comportamental é uma questão puramente biológica, a base neurobiológica responsável pelo desenvolvimento da dependência é o sistema de Recompensa do Sistema Nervoso Central, ou seja estímulos elétricos nestas regiões provocam sensações de prazer e levam as repetidas tentativas de estimulação podendo levar o usuário a buscar repetidamente essa sensação de prazer.
Mas é na prática que o vício é preocupante, porque exige além da compreensão da família, amigos e sociedade; estamos falando da força de vontade do próprio viciado em abandonar tal comportamento, pois é ela que vai selar o sucesso do tratamento.
Particularmente, acredito que vários comportamentos bizarros, são na verdade doenças que precisam ser detectadas e devidamente tratadas.
Nos estados Unidos por exemplo, a neurologia é uma aliada da educação  tanto que as próprias escolas indicam desde a infância exames para identificar qualquer alteração na aprendizagem, bem como fornece o tratamento e local adequado.
No Brasil , visto que seu status dita as regras, somente os ricos sofrem com a depressão, transtorno bipolar, esquizofrenia, cleptomania entre outras "manias", e têm acesso ao tratamento em clínicas de altíssimo padrão.
Enquanto isso para os pobres, resta ser julgado como preguiçoso ou marginal solto nas ruas, para atacar o primeiro que aparecer.
Um dia desse assisti um filme bem interessante sobre a indústria farmacêutica.Em um dos trechos,um vendedor jogava o antidepressivo do seu concorrente no lixo.Na primeira vez um mendigo pegou, tomou.Na segunda o indivíduo já estava com a barba feita, na terceira vez o mesmo estava esperando pelo medicamento e disse que tinha conseguido sua primeira entrevista de emprego, porque será?
Não estou defendendo ou acusando, estou apenas dizendo, antes de julgar temos que nos esforçar para fazer todo o possível, depois de todo o escorço se nenhuma mudança ocorrer temos que deixar DEUS agir e mobilizar forças que estão além do nosso alcance.
Em suma, mesmo diante de tantas teorias, na prática, o vício é preocupante, porque exige além da compreensão da família, amigos e sociedade; estamos falando da busca pela cura pelo próprio viciado, pois é isso que vai garantir o sucesso de qualquer tratamento.
Para finalizar, o tema "Rick e Renner", do primeiro parágrafo, acredito que o Rick teve uma atitude sensata, seguir sua vida, após tentar reverter a situação.

Nenhum comentário: