Translate

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

Uma Questão de Opinião

O Brasil está passando por uma crise financeira consequência de longos anos cercados por uma incessável escassez de conduta ética e moral.
O mais estranho não é a total falta de amor a pátria por parte dos políticos, mas sim, a total desunião da população que ao invés de elaborar estratégias contra os políticos, ficam discutindo em redes sociais e culpando uns aos outros e destruindo o patrimônio público.Contudo, enquanto ficar somente nisso os governantes também vão permanecer unidos em regalias infinitas.
A primeira atitude é mudar a postura, pelo menos tentar unir-se em manifestações inteligentes, pelo bem comum, e não apenas seus consanguíneos, processar o Estado pela falta de segurança, educação, saúde e um péssimo atendimento ao público, apesar da cobrança exorbitante de impostos, é assim que os ricos ficam ricos, eles exigem seus direitos, formam uma barreira onde ninguém consegue entrar sozinho, além é claro de pagarem menos impostos e ganharem mais descontos devido o status.
Apenas um homem não faz um exército, e sem exército não se ganha a batalha,muito menos uma guerra.
Amar o próximo como a ti mesmo, significa ter um objetivo que atinja todos os lados, dar sequência as ações, não deve restringir-se apenas a um chavão bíblico.Enquanto a ajuda não partir de todos para todos, por mais que uma pessoa more em um condomínio de alto padrão ela tem que sair de casa e nesse trajeto ser morto por alguém que não tem acesso a nada, e tudo perde o sentido.
Infelizmente é uma transformação profunda,porque a questão é cultural, o Brasil sempre foi uma colônia de exploração, extração de riquezas, enquanto os países evoluídos, foram colônias de povoamento, ou seja, havia a intensão de permanência,desenvolvimento,crescimento, pensamento conjunto, predominante ainda hoje, e que pode ser constatado pelo número de brasileiros talentosos fortalecendo a ciência e tecnologia estrangeira.
Então vimos que não adianta julgar o que não conhece, primeiramente é necessário apoiar e trocar informações com quem necessita, antes que os corruptos o façam, ninguém ouve uma música por partes, primeiro a bateria, depois o violão, o piano, no final o que prevalece é a música a harmonia entre os tons, o mesmo serve para uma nação, não adianta ser o melhor do Brasil, se o Brasil for visto como o pior, pois a maioria sempre ganha, e no passaporte vai constar apenas nacionalidade brasileira. 

Nenhum comentário: